Rádio JOVEM PAN

93.1. Jovem Pan Ribeirão Preto

Ouvir

“Não tive obstáculos, mas é sempre um desafio”, diz IZA sobre carreira na música

por Jovem Pan, . - Atualizado em

IZA no Morning Show - 11/10/2017

IZA lembrou de sua participação no Rock in Rio e revelou detalhes de seu álbum de estreia

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA lembrou de sua participação no Rock in Rio e revelou detalhes de seu álbum de estreia

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA no Morning Show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

IZA no Morning Show

IZA lembrou de sua participação no Rock in Rio e revelou detalhes de seu álbum de estreia
IZA no Morning Show
IZA no Morning Show
IZA no Morning Show
IZA no Morning Show
IZA no Morning Show
IZA no Morning Show

Um dos nomes mais promissores da cena pop musical brasileira, IZA foi a convidada do Jovem Pan Morning Show desta quarta-feira (11). Estourando com o hit “Pesadão”, em parceria com Marcelo Falcão, a cantora falou sobre o crescimento da carreira e se abriu sobre os desafios que teve que enfrentar.

"Por incrível que pareça, as coisas estão acontecendo do jeitinho que eu planejei. E eu digo isso porque são muitas as barreiras, a gente sabe como o meio musical e todos os meios astíticos são muito masculinos e sabemos como é difícil estar ali todo dia tendo que provar que somos bons”, falou.

“Não digo que tive obstáculos, nada me impediu, mas é sempre um desafio. Um trabalho de todo dia”, avaliou.

A cantora ainda afirmou que teve que se acostumar a receber críticas pelas redes sociais, mas não deixa as ofensas raciais passarem batidas. “Minha equipe está pronta para lidar com isso legalmente”, falou.

“Estou pronta para nunca deixar isso passar porque é a mensagem que eu passo”, disse ao reforçar suas letras sobre empoderamento feminino e, principalmente, da mulher negra.

“É difícil ser mulher no Brasil”, falou. “[A música ‘Quem Sabe Sou Eu’] fala disso. O corpo da mulher incomoda, principalmente da mulher negra, que é visto como erótico, uma responsabilidade que não é nossa. Então vamos fazer barulho, sim”, afirmou.

Outro tema defendido por IZA é a questão da apropriação cultural. “Muitas pessoas não entendem o porquê de a gente se revoltar. É importante ver que, muitas vezes, nós não somos capas de revistas por causa da cor da nossa pele. [Usar turbante, dread] fere as pessoas que são deixadas de lado”, falou.

Depois de se apresentar no Rock in Rio ao lado de CeeLo Green, IZA se prepara para lançar seu disco de estreia que, conforme ela revelou, terá mais 2 parcerias.

E sobre a experiência de subir no palco do RiR? Foi tão “revigorante” que a cantora sequer se incomodou em assistir sua participação depois. “Poder estar em cima do palco e receber a energia do pessoal foi uma responsabilidade enorme e estava nervosa à beça, mas oi muito especial e intenso”, falou.

 


Tags da Pan

Comentários